Vita Hábil - Soluções em Reabilitação

Artigo
A+ A-

14/05/2011

Impacto funcional da internação hospitalar de pacientes idosos

Resumo
Objetivo
Descrever as alterações da capacidade funcional de idosos durante a internação
hospitalar e o grau de associação dessas alterações na ocasião da alta hospitalar a
variáveis sociodemográficas e clínicas.
Métodos
Foram estudados 94 pacientes internados em enfermaria geriátrico gerontológica de
um hospital escola, com idades entre 65 e 94 anos. A primeira avaliação da capacidade
funcional (número de atividades cotidianas comprometidas) dos idosos foi realizada
em até 24 horas da entrada do paciente e a última, imediatamente após a alta. Os
pacientes sofreram intervenções terapêuticas rotineiras por equipe interdisciplinar. Os
dados foram analisados pelo teste qui-quadrado, tanto para a linha de base como em
relação à análise dos resultados obtidos com a internação hospitalar (a=0,05).
Resultados
Dos pacientes estudados, 25,6% obtiveram melhora na capacidade funcional, 34,0%
não sofreram alterações funcionais, 19,1% pioraram funcionalmente e 21,3% faleceram
durante o período. Houve correlação significante entre a piora funcional e a presença
déficit cognitivo, delirium e baixa capacidade funcional na entrada no hospital.
Conclusões
A capacidade funcional é um importante marcador de saúde em idosos hospitalizados.
A melhora funcional durante a internação está associada a menores dificuldades nas
atividades diárias referidas no momento da entrada no hospital e melhores condições
clínicas.

Fonte: Revista de Saúde Pública
Autor: Ana Barros Siqueira et al
fsp.usp.br/rsp